quinta-feira, 23 de outubro de 2014 
A IMPORTÂNCIA DO COORDENADOR DE CURSOS SUPERIORES

Busca no Site:

 

* Helvio Moreira Arruda: Administrador (FICOM) – CRA PA/AP 1748, Especialista em Marketing (PUC – RJ), Mestre em Administração – Gestão em Marketing (UNAMA / UFRGS), Diretor Geral e Professor das Faculdades Integradas do Tapajós – FIT, Professor da Pós-graduação em Marketing da UNAMA e FIT, Conselheiro e Diretor de Marketing do Conselho Regional de Administração dos Estados do Pará e Amapá – CRA PA/AP. 

 

Inicialmente, deve ficar claro que o coordenador é um executivo responsável por muitas contas, pois cada aluno bolsista ou não é um cliente. Pode ser responsável por Curso Superior de Formação Específica, Graduação ou Pós-Graduação, conforme as recentes mudanças na educação superior no Brasil, de acordo com a LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, nº 9.394 de 26 de dezembro de 1996, em seu artigo 44, define as modalidades de educação superior no Brasil da seguinte forma:

 

 A educação superior abrangerá os seguintes cursos e programas:

I-                   cursos seqüenciais por campo de saber, de diferentes níveis de abrangência, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos pelas instituições de ensino;

II-                de graduação , abertos a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente e tenham sido classificados em processo seletivo;

III-              de pós-graduação, compreendendo programas de mestrado e doutorado, cursos de especialização, aperfeiçoamento e outros, abertos a candidatos diplomados em cursos de graduação e que atendam às necessidades das instituições de ensino;

IV-              de extensão, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos em cada caso pelas instituições de ensino.

 

O coordenador do curso é o gerente do curso, portanto o que ocorrer de positivo ou negativo no curso é, em princípio, mérito ou demérito desse executivo.

 

O coordenador deve ser o elo entre a direção e os alunos. É um profissional com funções extremamente importantes, como veremos mais adiante. O coordenador pode também ser identificado como "supervisor de equipes docentes e discentes" ou "líder de equipe", ele é o profissional que deve obter dos professores e alunos a adesão espontânea em idéias e em atitudes, para a consecução dos objetivos da Instituição de Ensino Superior - IES.

Podemos dizer que o êxito do trabalho do coordenador depende da eficácia de seus professores, do moral da sua equipe de trabalho, da satisfação individual de seus alunos e, finalmente, do desempenho do próprio coordenador frente ao grupo que lidera.

 

O cargo de coordenador comporta um grande número de tarefas que dependem das características da IES, da natureza dos cursos oferecidos e da própria estrutura organizacional. Entre essas, destacamos:

 

·         Liderar e motivar os professores;

·         Desenvolver profissionalmente o quadro docente em função das metas da unidade de trabalho;

·         Elaborar programas de treinamento, estabelecendo padrões de desempenho;

·         Criar atividades de extensão para seus alunos;

·         Controlar e avaliar o resultado do trabalho de sua equipe docente.

 

 Algumas IES atribuem outras responsabilidades aos coordenadores, tais como:

 

1.      Selecionar e treinar os professores recém contratados em seus cursos;

2.      Propor à direção métodos de ensino e avaliação inerentes ao seu curso;

3.      Visitar regularmente seus alunos em sala de aula;

4.      Zelar pelo cumprimento dos prazos estabelecidos pela direção.

 

 Para um desempenho satisfatório, é importante que o coordenador:

 

·         Busque seu próprio desenvolvimento;

·         Atue como um agente de mudança;

·         Desenvolva autocrítica;

·         Seja de fácil relacionamento;

·         Conheça o Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI e o Plano Anual de Trabalho – PAT da IES;

  

Pode-se afirmar que o coordenador terá um bom desempenho profissional na medida em que:

 

Ø       Mantiver um bom relacionamento com seus professores e alunos;

Ø       Reconhecer os esforços e a dedicação que seus professores emprestam à execução de suas aulas;

Ø       For imparcial no tratamento de seus professores e alunos;

Ø       Possibilitar uma maior participação de seus professores na elaboração do planejamento do curso;

Ø       Incentivar a formação continuada dos seus professores e alunos concluintes.

  

O coordenador como gestor, deve traçar estratégias que possibilitem resultados satisfatórios para a IES, identificando e reduzindo a quantidade de alunos inadimplentes, mantendo o corpo discente satisfeito. Além das funções já mencionadas, o coordenador deve, também:

 

·         Traçar os objetivos do seu curso e estabelecer as estratégias para alcançá-los;

·         Participar do recrutamento e seleção de seus futuros professores;

·         Desenvolver habilidades necessárias ao bom desempenho de sua equipe docente;

·         Treinar e motivar seus professores;

·         Avaliar a qualidade das aulas ministradas e controlar a freqüência do corpo docente.

 

Como profissional de marketing, o coordenador deve ajudar, dando sugestões para o desenvolvimento de novos projetos pedagógicos para a sua IES, verificar se o valor da mensalidade praticada é compatível com o mercado, ajudar nas ações promocionais e divulgar a IES e seus produtos, exercendo, sempre que possível, a função de relações públicas.

 

O coordenador deve dispensar atenção especial aos alunos (clientes), porque:

 

  • O aluno é a razão da existência da IES;
  • O aluno nunca interrompe o trabalho, o coordenador deve sempre atendê-lo;
  • O aluno e os serviços que a IES presta são mais importantes do que a própria IES;
  • As exigências dos alunos colaboram com o aprimoramento dos serviços prestados pela IES;
  • Os alunos buscam na IES qualidade. Lembre-se de que: a qualidade ofertada pela IES pode ser diferente da qualidade percebida pelo aluno.
  • Deve colocar-se na condição de aluno, para entendê-lo melhor.

O atendimento eficaz é um trabalho de equipe, assim, o coordenador deve acompanhar a política, o crescimento demográfico e o quadro econômico das regiões mais importantes para a IES.

Conquistar novos alunos, com o objetivo de aumentar a participação de mercado da IES, deve ser considerado mais um desafio para o coordenador de curso superior.

 

Saber reconhecer suas deficiências e buscar novos desafios, transformar os problemas (ameaças) em oportunidades, buscar alcançar melhorias, ter visão estratégica voltada para o futuro, saber superar obstáculos, ter espírito inovador, encarar os riscos de forma calculada, saber administrar crises geradas por docentes ou discentes, ser transparente em suas ações junto aos seus professores e alunos, ser flexível, ter capacidade para adaptar-se a novas situações e estar sempre disposto a aprender, são atributos de um bom coordenador.

 

O que diferencia os bons dos medianos é a capacidade que os primeiros têm de realizar mais com menos, isso faz a diferença. Executar tarefas e vencer desafios com recursos fartos qualquer coordenador mediano é capaz de fazer, mas o contrário, só gestores criativos, preparados e dinâmicos serão vitoriosos.

 

               TREZE CONSELHOS PARA UM COORDENADOR

 

1-     Nunca me engane. Seja honesto e conquiste a minha confiança;

 

2-     Seja persistente, mas com inteligência, trazendo argumentos novos nas suas visitas às turmas;

 

3-     Não gaste meu tempo, seja prático e objetivo;

 

4-     Conheça profundamente seu curso e o apresente com entusiasmo;

 

5-     Demonstre o que eu vou ganhar realizando este curso;

 

6-     Mantenha uma regularidade nas suas visitas. Não me abandone;

 

7-     Mostre-se preocupado com os meus problemas;

 

8-     Seja atencioso, sempre educado, comunicativo e simpático;

 

9-     Tenha paciência e saiba ouvir;

 

10-Mostre–se atencioso e se coloque no meu lugar, compreendendo os meus desejos e necessidades;

 

11-Não seja arrogante e não se mostre importante e insubstituível;

 

12-Traga-me professores que conheçam o que ensinam;

 

13-Sou seu maior patrimônio. Lembre-se sempre de mim.

  

 

                              Com os cumprimentos de um aluno

  

Referências:

 

1-     ARRUDA, Helvio Moreira. Força de Vendas. Belém - PA: UNAMA, 2002

2-     FRANCO, Édson Raymundo Pinheiro de Souza. Em Busca da Identidade no Ensino Superior Particular – uma experiência pessoal. Brasília - DF: ABMES, 2004

3-     MARTINS, Rubens de Oliveira. Cursos Seqüenciais – entendendo a formação superior de curta duração. Bauru – SP, 2004

CRA-PA
Rua Osvaldo Cruz, 307
CEP 66017-090  Belém/PA
Tel.: (91) 3202-7889 - Fax 3202-7851
e-mail: cra@crapa.org.br
Horário de atendimento ao público: das 09:00 às 18:00 hs

 

Educamundo Foco Educação Profissional Centro de Estudos e Formação Conquistar Formação Enfoque Capacitação